Header image  
Dicas de Pais Modernos para Pais Modernos
 
line decor
  
line decor
 
 
 
 
 

Viajando com seu Bebê


Um dos maiores desafios que já tive foi viajar sozinha de avião com nossa filhinha que tinha apenas dois meses de idade. Laurinha nasceu no Canadá onde moramos há dez anos. Depois do nascimento, decidí passar um tempo com minha família no Brasil para compartilhar com meus pais a alegria da nova netinha. Com isso, tive que fazer uma viagem international de 30 horas com minha pequenina nenem. Pesquisei muitos sites e conversei com muita gente, mas nunca achei um lugar onde encontrasse informações e dicas de como viajar com bêbes. Então veio a idéia de criar esta página. Não deixe de imprimir o resumo deste artigo com o checklist da viagem!

Preparando para Viagem com seu Bebê

Um dos fatores principais da viagem é se preparar muito bem para a longa jornada. Conversamos com amigos que já tinham viajado várias vezes com bebês e com mães que foram sozinhas de Vancouver para Belo Horizonte. Isso nos deu mais conforto de que apesar de longa, a viagem seria possível. Aqui vão minhas dicas de como se preparar antes da viagem:

  • Informe-se do itinerário do vôo: planeje a viagem de forma que você saiba quantos check-ins e checagens de segurança você e o bebê terão que passar. Dessa forma, você poderá antecipar quantas vezes será necessário alimentar o bebê, trocar fraudas, fazê-lo dormir.
  • Acredito que não exista um limite mínimo de idade para você viajar com seu bebê, mas aconselho que seja depois de seis semanas, quando todos os checkups do bebê já tenham sido feitos e ele esteja um pouco mais firminho. Outro fato é que a documentação de viagem por sí mesma deve demorar um pouco e ditar quando você poderá viajar. Se o bebê for muito novinho, vale a pena verificar a idade mínima de viagem com sua empresa aérea antes de comprar o ticket.
  • Tirar o passaporte de um recém nascido brasileiro nascido no exterior é um processo que pode levar até dois meses, dependendo de onde você se encontra. Informe-se com antecedência no consulado mais próximo.
  • Saiba a documentação necessária para viajar com menores desacompanhados de um dos pais ao exterior. Isso é extremamente controlado no Brasil. Você vai ficar impressionada como é facil sair da América do Norte com crianças, mas a imigração brasileira é extremamente exigente quanto ao trânsito de menores desacompanhados, mesmo estando com um dos pais: documentos necessários para viajar com crianças no Brasil. A autorização de viagem de menor desacompanhado pode ser obtida no consulado brasileiro mais próximo.
  • Se seu bebê é pequeno (até 60 cm de altura), peça para a empresa aérea para sentar-se na primeira fileira (bulkhead ou front row) e para adicionar um moisés (Bassinet) à sua reserva. No meu caso, Laurinha era muito grande e simplemente não coube no moisés e tive que carregá-la no colo o tempo inteiro.
  • As regulamentações sobre o que pode ser transportado dentro do avião mudam com freqüência. Investigue com a compania aérea se existe algum limite e restrições em relação ao que pode ser transportado para bebês. Normalmente, eles são muito flexiveis em relação a comida para seu nenem, mas tive situações que quase tive de deixar um hipoglós para trás porque a pomada era muito grande para carregar no avião. Como regra geral, certifique-se que você esteja carregando cremes e líquidos em embalagens de até 100 gramas ou 100 ml. Esse ponto é extremamente importante se você vai viajar para os EUA ou faz escala em um dos aeroportos de lá. O site da FAA possui informações precisas sobre viajar com crianças. Normalmente, os americanos são mais rigorosos em relação ao que pode ser transportado na cabine do avião.
  • Compre um sling para carregar o bebê. O sling é aquela bolsa de canguru que você carrega o bebê junto ao corpo. Recomendo o Baby Buddah Sling. Você enrola confortavelmente o bebê e pode andar com ele juntinho de você. Experimentei muitos modelos de sling e o único que não forçou a minha coluna foi o Baby Buddah. Uma outra razão porque comprei-o foi porque o material é muito confortável e você pode usar por muitos meses depois da viagem , mesmo com o bebê crescendo. Com o sling você evita levar o carrinho de bebê, que é um volume a menos para carregar durante a viagem. Existem também muitos outros modelos que você pode experimentar: BabyBjörn e Serene Sling.
  • Treine seu nenem para dormir no sling algumas vezes. Isso vai faciliar muito sua vida durante o vôo.
  • Se seu bebê já é maiorzinho e você não consegue carregá-lo em um sling por muito tempo, você pode optar em utilizar um carrinho de bebê. Recomendamos o carrinho Maclaren Triumph pois ele é forte, flexível e aguenta viagens muito longas sem maiores problemas.
  • Compre uma bolsa para carregar os essenciais do bebê. Recomendo a Skip Hop Duo Deluxe que você encontra na Amazon. É necessário que seja algo leve e confortável com bolsos espaçosos, pois você estará carregando nela mamadeiras descartaveis, roupinhas, manta, fraudas. Se você estiver viajando sozinha, o melhor mesmo seria utilizar uma mochila comum, com bolsos frontais e laterais, pois você certamente precisará das mãos livres para carregar o nenen ou empurrar o carrinho.
  • Utilize algo para trocar o bebê durante a viagem: O trocador do avião é minúsculo, mas comporta recém nascidos. Usamos estes pads impermeáveis para trocar o nenem chamados Kushies waterproof pads.Custam em torno de $10 e podem ser achados na Sears.
  • Em termos de roupas, leve uma troca de roupas extra e um cobertor para cobrir a criança e ajudá-la a dormir. Vista a criança em roupas leves e de forma que possa tirar colocar uma blusinha se a temperatura baixar ou retirar um pouco de roupa caso faça muito calor.
  • Leve quantidade suficiente de fraldas descartáveis. Como regra geral, coloque na mala uma fralda para cada duas horas de viagem. Compre fraldas noturnas que possuem maior capacidade de absorção.
  • Utilize mamadeiras descartáveis: Caso você não amamente e use mamadeiras, as melhores na minha opinião são as Mamadeiras Playtex com Drop-Ins System. Compre a garrafa de plástico, alguns bicos descartáveis e uma caixa de refis descartáveis. Uma vez usados é só lavar o bico e jogar a parte interior da mamadeira (drop-ins) fora. Não precisa se preocupar em esterilizar, pois tudo já vem esterilizado de fabrica.
  • Compre uma lata pequena de leite em pó e um Philips Avent Formula Dispenser para carregar o suficiente para três mamadas. O container facilita muito o processo de mistura da fórmula pois já vem com a quantidade correta e é só despejar dentro da mamadeira com água.
  • Para reduzir o peso de transporte, compre água mineral suficiente para duas ou três mamadeiras e vá repondo as garrafinhas assim que fizer as conexões nos aeroportos.
  • Uma alternativa para quem mora na America do Norte é utilizar usar leite pré-pronto em lata, disponível em supermercados e drogarias. Compre uma quantidade que dê para a viagem e um pouco mais, caso o avião atrase. A vantagem é que não é necessário misturar o leite durante o vôo e a medida que o leite vai sendo utilizado o peso da bagagem também vai diminuindo.
  • Compre um desinfetante de mãos, por exemplo X3 Clear Hand Sanitizer mini spray, para utilizar antes manusear as fraudas e as mamadeiras.

Durante a Viagem com seu Bebê

Essa talvez seja a viagem mais longa e cansativa de sua vida. Mas, tudo vai dar certo, acredite! Seu nenem é mais forte que você imagina. Ele vai chegar do outro lado sorrindo, enquando você vai provavelmente estar aos frangalhos.

  • Mantenha os documentos da criança sempre a mão em um lugar seguro e confortável. Quando viajo sozinha, a melhor solução que encontrei foi de carregar os documentos separadamente em uma pequena bolsa tipo pochette em volta da cintura.
  • Caso você esteja utilizando um carrinho de bebê, é necessário fazer o checkin do carrinho no portão. O procedimento é simples: você faz o despacho normal da bagagem no checkin do aeroporto e indica que quer fazer o "gate check-in" do carrinho de bebê ("I want to checkin my stroller at the gate, please.") Aí, a atendente da empresa aérea irá colocar uma etiqueta de bagagem no carrinho. Você vai com o carrinho até o portão de embarque. Dentro da passarela ao lado da porta do avião, você entrega o carrinho para um dos comissários e ele estará disponível no mesmo local após a aterrisagem. Após a aterrissagem antes de sair do avião, peça para a aeromoça te avisar se o carrinho já está disponível, evitando que você fique em pé esperando pelo carrinho do lado de fora, à porta do avião. No Brasil, no entanto, vale a pena notar que raramente as empresas aéreas brasileiras returnarão seu carrinho ao sair do avião. A única maneira de pegá-lo, nesse caso, é esperá-lo na esteira juntamente com sua bagagem.
  • Considere ir para o Business Class Lounge do aeroporto se você tiver uma parada mais longa. O preço de uma entrada na area vip gira em torno de US$50 nos aeroportos da America do Norte e é um lugar mais calmo onde você tem maior privacidade para amamentar e colocar a criança para dormir.
  • Quando estiver cansada, pense no destino final. Pense alguns dias depois, aproventando a compania de seus parentes e amigos. Concentre-se no futuro e segure firme seu bebê. Sua calma, será a fonte de calma do seu bebê.
  • As pessoas são extremamente prestativas quando se viaja com bebês. Tanto o pessoal dos aeroportos como a tripulação são de um modo geral extremamente gentis quando veem uma mãe com uma criança.
  • Tente usar pequenos momentos de paz, tais como quando o bebê está dormindo, para relaxar e recarregar as baterias.
  • Se estiver dentro do avião sozinha com o bebê, será dificil ir ao toillete. Tenha isso em mente. Planeje utilizar o banheiro antes de entrar no avião. No caso de viagens longas, algumas mães vão ao banheiro juntamente com a criança no colo ou dentro de um sling. Não recomendamos deixar nenhum estranho tomando conta do bebê, mesmo dentro do avião! Outra solução seria solicitar a uma aeromoça gentil que segure o seu bebê por alguns instantes enquanto você utiliza o toillete.
  • Nesses momentos, você identificará claramente as pessoas que possuem crianças e as que não. É muito evidente nas reações delas. Pessoas com filhos tendem a ser mais tolerantes e pacientes e obviamente, entendem os desafios de se viajar com crianças de colo.
  • Mantenha o seu bebê sempre alimentado durante o trajeto. Bem alimentado, ele aguentará o tranco muito bem. O sono pode ser recuperado mais tarde.

Depois da Viagem com seu Bebê

A chegada é sempre um alivio, mas você certamente chegará muito cansada. Aqui vão algumas dicas para aqueles que estão esperando por você e seu bebê no destino final.

  • Peça alguém para pegá-la no aeroporto e ir direto para casa. A primeira coisa que se deve fazer é alimentar o bebê, depois colocá-lo para dormir. Um banho relaxante para o bebê ajuda muito nesse processo.
  • Peça para que os produtos de banho (banheira, sabão, shampoo, etc.) estejem prontos mediante sua chegada. Não existe nada mais estressante do que chegar em uma casa e sair correndo para comprar produtos essencias para o seu bebê. Lembre-se que se você estiver viajando sozinha, terá que reduzir ao máximo o peso da bagagem e muitas vezes não poderá carregar tudo que necessita para sua chegada. Planeje tudo isso com cuidado fazendo algumas perguntas tais como: Você tem banheirinha? O berço tem lençois limpos? Já compraram o sabonete do bebê? Isso provavelmente ajudará a verficar se existem algo que necessita ser comprado antes de sua chegada com o bebê.
  • Uma vez que o bebê está alimentado, limpo e dormindo, é hora de cuidar de você. Relaxe e tire alguns dias para se recuperar da aventura. Uma viagem internacional é longa e dificil. Você merece descansar depois dela.

Dicas Finais

  • Caso esteja incerta se vai dar conta de viajar por muito tempo com seu nenem, tente algo menos arriscado antes da viagem longo. Antes da viagem de Vancouver para Belo Horizonte, fizemos uma viagem pequena de Vancouver para Victoria. Lá vimos que era possivel viajar com nossa linda nenem sem maiores problemas. Assim a ida a Belo Horizonte foi mais tranquila.
  • Lembre-se de perguntar a suas amigas se conhecem alguma mãe com bebê viajando para o Brasil na mesma época. Você pode ter sorte de viajar no mesmo vôo e criar uma grande amizade.
  • Traga um pouco de comida extra para alguma emergência. Hoje em dia sempre há um atrazo por causa do tempo ou alguma falha mecânica da aeronave. Vá com calma, um passo de cada vez. Ficar nervosa vai só agitar seu nenem. Tenha calma de mãe...
  • Viajei sozinha com minha filha e deu tudo certo. Vai dar tudo certo para você também. Tenho certeza!

Compartilhe Sua Experiência

Mande fotos para mim do seu nenem viajando e conte a sua história usando nossa página no Facebook.

Good luck with your trip!

Carol
carol@coisasdelaurinha.com

Fontes: Vários artigos na internet, minhas queridas amigas e mães experientes: Érika, Cristine, Cristina e muitas milhas no ar com a Laurinha.

 
 

Imprima
Imprima uma versão resumida deste artigo. Imprimir Resumo...

Envie Para uma Amiga
Repasse este artigo para uma amiga usando:

Veja quem já viajou
Compartilhe sua experiencia: veja fotos e relatos de quem já viajou usando nossas dicas. Leia mais...

Find us on Face Book

 


 
 
     
© coisasdelaurinha.com 2010. All rights reserved.